Alumni: Depoimentos

  • Maria Leticia de Alencar Machado
    Advogada no Debevoise & Plimpton em NY.

    Minha escolha pela FGV foi sem dúvida essencial para o meu sucesso profissional. Desde minha primeira visita à FGV tive a certeza de que não haveria melhor escola para me proporcionar uma formação jurídica sólida e inovadora, capaz de me colocar em local de destaque no mercado de trabalho, cada vez mais desafiador e competitivo. 

    Além da estrutura de ponta, o ambiente caloroso e familiar em que cada aluno é valorizado e visto como um indivíduo, e não apenas um numero, deu lugar a um sentimento de pertencimento e acolhimento que abriram meus olhos para uma realidade distinta do que havia visto até então.

    A grade curricular, desenvolvida a partir de uma visão globalizada e interdisciplinar da profissão jurídica, abrange cursos sobre temas atuais e complexos, capazes de nos preparar para os desafios profissionais de nossos dias.                                                                        

    Ademais, o modelo de ensino dinâmico em que os alunos não são meros ouvintes, mas, ao revés, estimulados a interagir ativamente com professores e demais colegas, através de debates e discussões, estimula visão crítica e questionadora, essencial ao munus jurídico. Na minha vida profissional essa foi, sem dúvida, habilidade que me encorajou a propor estratégias ousadas e soluções criativas e eficientes.

    Por fim, o renome e a história da FGV como instituição de pesquisa e ensino de excelência foram fundamentais para meu desenvolvimento profissional, abrindo-me portas a diversas oportunidades de trabalho no Brasil e no exterior. 

  • Mariana Campos de Carvalho
    Advogada no escritório Binenbojm & Carvalho Britto

    Ter cursado a graduação em Direito na FGV significou mais do que um simples diploma em uma renomada instituição. Foi o conjunto de oportunidades, de experiências e de trocas com pessoas incríveis que fez valer bastante a pena participar desse projeto diferenciado.

    Para começar, os professores foram muito além do que está escrito em leis e livros: eles nos ensinaram a questionar e a aplicar aquilo que, normalmente, só é exposto aos alunos de Direito. Fora das salas de aula, tive o privilégio de fazer parte de um centro de pesquisa e de representar a FGV em sete países para desenvolver atividades diversas. Essas experiências e ensinamentos certamente ficarão na memória. E não falo só da parte jurídica, não. A equipe da FGV é fantástica. Sem eles, nada disso seria possível. Os professores e funcionários não medem esforços para auxiliar e apoiar os alunos de todas as formas possíveis. No que depender deles, não existirá problema, apenas solução.

    Mas não é só. A excelência do corpo docente, composto por grandes nomes dos setores público e privado do Direito, e a presteza do pessoal que concretiza esse projeto inovador fazem com que os alunos não tenham grandes dificuldades de inserção no mercado. Hoje, ostentar a FGV no currículo é sinônimo de reconhecimento e de destaque. Prova disso é que, na minha vida - tanto profissional quanto acadêmica -, emprego bastante as lições que aprendi durante minha graduação na FGV, especialmente a visão consequencialista das decisões, a análise econômica de instrumentos legais, o estudo de condutas anticoncorrenciais em mercados específicos e a atuação estatal via regulação. E isso não consta da maioria das grades curriculares de outras instituições de ensino.

    Por tudo o que a FGV me ofereceu, o sentimento que pulsa mais forte é a gratidão. Tenho que agradecer pelo ensino de qualidade, pelas inúmeras oportunidades que me foram concedidas e pelos grandes amigos que fiz ao longo dessa jornada.

  • Julia de Lamare
    Advogada na área de contencioso e consultoria ambiental no escritório Reis & Sampaio Advogados

    A FGV sem dúvidas me proporcionou uma formação jurídica inovadora e de excelência. Por um lado, me deu a oportunidade de conviver com um corpo docente de muita qualidade. Tive aula com professores muito dedicados, competentes e generosos. Por outro lado, a FGV me ensinou a refletir, a criticar e a argumentar. Foi capaz de me mostrar, desse modo, a importância de se ter uma postura ativa e questionadora.

    Outra grande vantagem da FGV está nas disciplinas oferecidas. O curso deixa de lado temas obsoletos e irrelevantes e foca em instrumentos modernos e essenciais a todo operador do direito, como economia e negociação.

    Diante de tudo isso, a FGV foi capaz de me abrir muitas portas no mercado. Atuo na área privada e percebo no meu dia-a-dia que muitas pessoas reconhecem a Escola de Direito como um curso de destaque.

    Sou muito grata à FGV pelas experiências que tive tanto na graduação quanto no mestrado. Sinto-me bastante preparada para os desafios que surgem na advocacia privada e na academia. Recomendo a qualquer estudante que busca um curso diferenciado e de qualidade a estudar na FGV.

  • Paulo Garcia Jr.
    CEO - Hotelli Corporate

    A FGV me ensinou muitas coisas, me apresentou muita gente e me abriu e continua abrindo muitas portas. Na FGV eu tive aulas com o Presidente do Instituto Brasileiro de Economia, Conselheiros do CADE, Diretores da CVM, dentre outros sócios de grandes escritórios, juizes, promotores, etc. Alguns até mesmo viraram meus advogados atualmente, outros eu mantenho relações próximas.

      Entender como funciona a parte legal e econômica de um mercado é a premissa para se criar algo inovador. Todas as empresas que eu me envolvi desde a minha formatura levam em consideração a análise do mercado (mercado relevante, tamanho de mercado, barreira de entrada, concorrentes e se apresenta retorno crescente de escala) e jurídica (impostos envolvidos, estrutura societária e governança corporativa, investimentos nacionais e estrangeiros).

    Esses dois pilares são muito promissores quando usados em sinergia, e muito perigosos se usados de forma independente. O que mais me marcou na FGV foi a dedicação de todos em fazer esses dois pilares serem passados como uma coisa só, algo que eu acredito e levo para a vida.

    Na FGV eu aprendi que você tem tanto conhecimento em suas mãos quanto qualquer outra pessoa do mundo, a diferença é saber usar ele para algo útil.