CTS - Parceiros Institucionais

  • Criada em 1995, a Asociación por los Derechos Civiles (ADC) é uma organização argentina sem fins lucrativos com o objetivo de contribuir para uma cultura jurídica e institucional que garanta os direitos fundamentais dos indivíduos, baseada no respeito à Constituição e a valores democráticos, como liberdade de expressão, acesso à informação, direitos sociais e privacidade. Em parceria com o CTS, coordena as publicações da newsletter internacional “Digital Rights: Latin America & The Caribbean”.

  • Fundada por Dwight D. Eisenhower em 1950, a American Assembly é um fórum apartidário sobre políticas públicas que apoia e publica pesquisas, bem como patrocina encontros. Seus projetos reúnem representantes com uma vasta gama de visões e interesses, envolvendo artes, cultura, filantropia, saúde, negócios, economia, educação, direito, religião e segurança.

  • A missão do Berkman Center é explorar e entender o ciberespaço; estudar seu desenvolvimento, dinâmica, normas e padrões; avaliar sua necessidade para as leis e sanções; e investigar as possíveis fronteiras entre sistemas abertos e fechados de código, comércio, governança e educação.

  • O C.E.S.A.R é um centro privado de inovação que utiliza engenharia avançada em Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) para criar produtos, oferecer serviços e solucionar problemas complexos para empresas e indústrias de diversos setores, como telecomunicações, eletroeletrônicos, automação e mídia.

  • O Creative Commons é uma organização não governamental sem fins lucrativos que visa expandir a quantidade de obras criativas disponíveis, por meio do uso de ferramentas jurídicas gratuitas que permitem a cópia e o compartilhamento com menos restrições do que o sistema tradicional de “todos os direitos reservados”. Para auxiliar a inovação e o acesso universal à produção cultural e à educação, a organização criou diversas licenças, conhecidas como licenças Creative Commons.

  • Criada em 1952, por meio de uma parceria entre a FGV e a Organização das Nações Unidas (ONU), a EBAPE foi a primeira Escola de Administração da América Latina. É um centro de referência em ensino e pesquisa sobre Administração Pública e de Empresas reconhecido reconhecido pelo mercado. Em parceria com o CTS, desenvolve o projeto “Transparency Audit Network”, com financiamento da Open Society Foundations (OSF).

  • A Ford Foundation apoia esforços visionários de líderes, organizações e redes por mudanças sociais positivas ao redor do mundo, trabalhando pelo fortalecimento da democracia, redução da desigualdade e criação de uma justiça social mais ampla, na qual os grupos vulneráveis tenham acesso aos serviços públicos e proteção de seus direitos.

  • A Fundación Karisma é uma organização da sociedade civil fundada em 2003 e localizada em Bogotá, Colômbia. Sua missão é apoiar e difundir o uso responsável das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) nos diversos setores das sociedades colombiana e latino-americana. Possui dois grupos de trabalho: “Derecho, Internet y Sociedad” (DIS) e “Innovación y Tecnologías Sociales” (GITS). Em parceria com o CTS, coordena as publicações da newsletter internacional “Digital Rights: Latin America & The Caribbean”.

  • O Grupo de Ensino e Pesquisa em Inovação (GEPI) nasceu em 2012, no contexto dos debates que relacionados ao Marco Civil da Internet. É um espaço voltado à reflexão, crítica e desenvolvimento de projetos que relacionem o Direito à inovação e a novas tecnologias da informação, em especial no âmbito da internet.

  • O IDRC é uma organização canadense criada em 1970 para auxiliar países em desenvolvimento a usar a ciência e a tecnologia na busca por soluções para seus problemas sociais, econômicos e ambientais. Membro-chave do programa de ajuda externa do Canadá, o IDRC incentiva o compartilhamento desses conhecimentos entre governos, pesquisadores e comunidades ao redor do mundo.

  • O Internet & Jurisdiction Project estimula um processo de diálogo mundial sobre estratégias para o desenvolvimento de uma estrutura, interoperacional e de composição multissetorial, que impeça a “fragmentação” do ciberespaço devido a tensões entre diferentes jurisdições nacionais, considerando a natureza transnacional da internet.

  • Criado em 2005 na Mona School of Business & Management (MSBM), o Mona ICT Policy Centre é dedicado a projetos de educação, capacitação, pesquisa e consultoria relacionados a políticas e à gestão de TICs.

  • O grupo Network of Internet & Society Centers (NoC) é uma iniciativa colaborativa entre instituições acadêmicas focada em uma pesquisa interdisciplinar sobre desenvolvimento, impacto social, implicações políticas e questões legais a respeito da internet e de novas tecnologias.

  • A ONG Derechos Digitales dedica-se à defesa, promoção e desenvolvimento dos direitos humanos no ambiente digital com base no interesse público. Por meio de campanhas, publicações, consultoria e palestras, dentre outras ações, defende principalmente a privacidade, a liberdade de expressão e os direitos autorais junto ao acesso ao conhecimento. Em parceria com o CTS, coordena as publicações da newsletter internacional “Digital Rights: Latin America & The Caribbean”.

  • O Estadao.com.br é o portal online de "O Estado de S. Paulo", o mais antigo dos jornais da cidade de São Paulo ainda em circulação. Lançado em março de 2000, é um dos maiores veículos de jornalismo em tempo real no Brasil. Em parceria com a FGV DIREITO RIO (CTS/ CJUS), é desenvolvido o projeto Conexão Eleitoral.

  • Fundada por George Soros em 1979, a Open Society Foundations trabalha para construir sociedades abertas, com governos responsáveis e tolerantes, mecanismos políticos transparentes, flexíveis e abertos à participação popular. A OSF financia pesquisas e programas ao redor do mundo pela promoção dos direitos humanos e combate à corrupção.

  • Fundada em 1998, a Open Source Initiative (OSI) é uma organização mundial sem fins lucrativos que apoia e difunde o uso de tecnologias e modelos de código-fonte aberto. É o orgão responsável pela Open Source Definition (OSD) e pela revisão e aprovação de licenças correspondentes.