Ética, privacidade e Internet das Coisas são temas de conferência internacional da Itália

terça-feira
04/07/2017

Ética, privacidade e Internet das Coisas são temas de conferência internacional da Itália

O pesquisador do Centro de Tecnologia e Sociedade (CTS) da Escola de Direito do Rio de Janeiro (Direito Rio), professor Eduardo Magrani, participou da Conferência Internacional ETHICOMP 2017. Durante o evento, realizado em Turim, na Itália, de 5 a 8 de junho, o docente apresentou um artigo sobre o papel da regulação pelo Direito na era digital e da importância de um norteamento ético adequado para direcionar os avanços da tecnologia.

Segundo Magrani, o atual contexto tecnológico de hiperconectividade traz desafios significativos à proteção de direitos fundamentais e à ética contemporânea, com capacidade de impactar em última instância, a própria democracia.

“A ação de algoritmos pode ser vista em um contexto muito mais amplo e complexo de ação e decisão. Os algoritmos hoje não só prevêem os próximos livros best-sellers, como também fazem ameaças de morte e adquirem drogas ilegais na Deep Web. Nesse contexto, não é suficiente somente percebermos a capacidade dos algoritmos agirem e decidirem como seres humanos, é necessário pensarmos sobre como a esfera pública está sendo influenciada por esses agentes capazes de moldar, estruturar e mediar a forma como interagimos", destaca o professor.

O evento contou com a participação de alguns dos maiores especialistas do mundo em questões sobre Ética, Inteligência Artificial e Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês). O estudo de Magrani sobre IoT recebeu, recentemente, apoio do Instituto de Tecnologia e Sociedade da Universidade Alexander Von Humboldt University (Alemanha), um dos maiores think tanks da Europa a pesquisar sobre o assunto. O artigo apresentado no evento, intitulado “A Techno-Regulated Society: Effects of a Tailored Reality” será publicado em uma revista internacional.