FGV realiza 2ª edição do curso Regionalismo Comparado na Cátedra Jean Monnet

terça-feira
24/01/2017

FGV realiza 2ª edição do curso Regionalismo Comparado na Cátedra Jean Monnet

FGV realiza 2ª edição do curso Regionalismo Comparado na Cátedra Jean Monnet

A Escola de Direito do Rio de Janeiro da FGV (Direito Rio), com o apoio da Comissão Europeia, sediará a segunda edição do curso Regionalismo Comparado. O curso está inserido na Cátedra Jean Monnet e visa estimular o ensino, a pesquisa e a reflexão de temas relacionados à integração europeia. As inscrições vão até 8 de fevereiro, com início das aulas no dia 15. Não há pré-requisitos para a inscrição, que é gratuita e aberta a graduandos e pós-graduandos de qualquer instituição.

Além de estudos sobre a União Europeia, também haverá oportunidade para aprofundar conhecimentos nas áreas de Direito Internacional, Direito das Organizações Internacionais e Direitos Humanos, com enfoque também em outros sistemas de integração, como o Mercosul, a Comunidade Andina, o Sistema Centro-Americano de Integração e a Aliança do Pacífico. Outro foco da Cátedra é a criação de redes de conhecimento com outras cátedras Jean Monnet na Europa e nos demais continentes, de forma a promover um intercâmbio de ideias e fomentar a pesquisa entre seus participantes, além da divulgação das atividades de ensino e pesquisa realizadas na FGV.

O curso, coordenado pela professora de Direito Internacional e Europeu, Paula Wojcikiewicz Almeida, titular da Cátedra Jean Monnet da FGV, conta com a participação de professores da Fundação e de convidados internacionais, em especial da Universidade Livre de Bruxelas (Bélgica), Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne (França), Universidad Andina Simón Bolívar (Equador), University College of London (Reino Unido) e Universidad Austral (Argentina). Além de orientar pesquisas sobre temas relacionados à integração europeia e incentivar novas gerações de docentes e pesquisadores, os professores da Cátedra preparam os alunos para sua inserção em um mercado de trabalho global, em que é crescente a demanda por profissionais capazes de manejar diferentes sistemas jurídicos e as regras específicas dos 28 países membros que compõem a União Europeia.

A seleção da Escola de Direito do Rio de Janeiro para receber a Cátedra Jean Monnet é fruto do reconhecimento do Módulo Jean Monnet, que em cinco edições atraiu um número crescente de alunos da FGV e de outras instituições de ensino. Desde setembro de 2015, com a instituição da Cátedra, a Escola passou a ter a chancela do bloco para estimular o ensino e a pesquisa sobre a integração europeia em suas diferentes esferas – jurídica, política e econômica.

Para mais informações e inscrições, acesse o site