Agenda Nacional de Integridade nos Negócios “Business Integrity Country Agenda (BICA) Brazil”

Projeto: 

Agenda Nacional de Integridade nos Negócios “Business Integrity Country Agenda (BICA) Brazil”
46

Coordenação: 

Início do projeto: 

01/10/2016

Status: 

Em andamento

A partir de uma parceria com a Transparency International (TI) a pesquisa pretende criar um corpo relevante de evidências sobre a integridade empresarial no Brasil, posteriormente vindo a estabelecer um quadro abrangente para o combate a corrupção no setor empresarial. Será aplicada a metodologia de avaliação e mensuração de indicadores, previamente desenvolvida pela TI que, a partir da análise documental (principalmente legislação) e realização de entrevistas semiestruturadas com agentes-chave de impacto no ambiente empresarial, tais como representantes das agências reguladoras do setor privado, membros do poder legislativo e executivo, bem como associações empresariais e organizações não governamentais e entidades da sociedade civil que demandam mais transparência e que vêm surgindo no cenário nacional. Pretende-se, assim, avaliar a existência e a implementação de legislação e de regulamentos sobre corrupção e transparência no Brasil, de modo a medir o setor público (lado que “demanda”). Além disso, a pesquisa inclui também o exame das ações e iniciativas desenvolvidas pelas próprias empresas (lado que “fornece”), tanto na implementação de mecanismos que visam prevenir quanto combater a corrupção. O projeto tem como objetivos: (i) pesquisa de legislação referente à mecanismos de combate à corrupção; (ii) realização de entrevistas com profissionais que produzam conhecimento sobre o tema; (iii) criação de indicadores a partir da pesquisa documental e das entrevistas, capazes de apontar a corrupção no ambiente de negócios no contexto brasileiro; e (iv) produção de um relatório final sobre as principais áreas temáticas que afetam a integridade empresarial, bem como apontar caminhos para a adoção de medidas de combate à corrupção pelas maiores empresas brasileiras e algumas recomendações para manter ou melhorar a situação atual. O objetivo final, portanto, será produzir conhecimento teórico e empírico sobre o tema, contribuindo na resolução dos problemas e auxiliando na estruturação de uma agenda de reforma.