Notícias

09/01/2023

Centro de Excelência Jean Monnet da FGV Direito Rio abre inscrições para curso inédito sobre Governança Global, Democracia e Direitos Humanos

A FGV Direito Rio abre inscrições para processo seletivo de ingresso na primeira edição do curso Rio School on Global Governance, Democracy and Human Rights.

A FGV Direito Rio abre inscrições para processo seletivo de ingresso na primeira edição do curso Rio School on Global Governance, Democracy and Human Rights. Esta é uma atividade do Centro de Excelência Jean Monnet (CEJM) da FGV, financiado pela Comissão Europeia, no âmbito do programa Erasmus+.

A Rio School é um programa híbrido de quatro meses, ministrado em inglês e português, com o objetivo de expandir o conhecimento sobre as práticas de Governança Global das Organizações Internacionais, universais e regionais. As palestras proporcionam uma compreensão e análise crítica das Organizações Internacionais e das instituições da União Europeia, seu processo de tomada de decisões e desafios para sua estratégia e objetivos de ação externa na América Latina.

O FGV Centre of Excellence on EU-South America Global Governance é a mais alta titulação acadêmica conferida pela União Europeia, no âmbito do programa Erasmus+. Com a instituição do Centro de Excelência, a FGV conta com a chancela da UE para oferecer cursos sobre as áreas de pesquisa do Centro: Regulação Global; Litigância Global; e Direitos Humanos e Democracia.

As palestras da Rio School abordarão uma variedade de tópicos dentro das principais áreas de pesquisa do Centro, como: a emergência da União Europeia como um ator normativo, a autoridade normativa de novos sujeitos e atores não estatais na formação do Direito das Organizações Internacionais e sua relevância para a governança global. Serão tratados os mecanismos informais e multinível de tomada de decisão nas esferas regional e universal e seu impacto na regulação global. O curso também visa abordar a promoção do Estado de Direito e dos Direitos Humanos na América Latina por entidades internacionais.

Para a professora e coordenadora do curso, Paula Wojcikiewicz Almeida, “o novo curso apresenta um corpo docente internacionalmente renomado e professores e especialistas convidados de diferentes formações profissionais e campos de conhecimento, um currículo contemporâneo, uma metodologia educacional inovadora e um corpo estudantil cuidadosamente selecionado. Trata-se de um programa sem precedentes na América Latina”.

No programa das aulas destaca-se o envolvimento de acadêmicos e especialistas de alto nível de instituições parceiras nacionais e internacionais, de países como Bélgica, Itália, Reino Unido, Canadá e Chile. 

Os professores que compõem o CEJM buscam não só orientar pesquisas sobre temas relacionados à Governança Global e incentivar novas gerações de docentes e pesquisadores, mas também preparar alunos para sua inserção profissional em um mercado de trabalho mundial, cuja demanda é crescente por pessoas capazes de manejar diferentes sistemas jurídicos inseridos em uma nova ordem mundial.

O curso é voltado para estudantes de graduação, pós-graduação, advogados e profissionais, notadamente nas áreas de Direito, Relações Internacionais e Ciências Sociais. 

A Rio School, coordenada pela professora titular do Centro de Excelência Jean Monnet da FGV Direito Rio, Paula Wojcikiewicz Almeida, se insere no objetivo do Centro de se tornar um ponto focal nos estudos de governança global da UE e da América do Sul, após as experiências anteriores de financiamentos da Comissão Europeia na instituição (Módulo Jean Monnet, de 2010 a 2013, e da Cátedra Jean Monnet, de 2015 a 2019).

A edição de 2023 da Rio School on Global Governance, Democracy and Human Rights ocorrerá de 1º de março a 14 de junho, às quartas-feiras, das 15h50 às 17h30, presencialmente na sede da FGV no Rio de Janeiro (Praia de Botafogo, 190) ou online (Plataforma Zoom).
 

Confira o edital e a brochura do curso.

As inscrições podem ser feitas, até o dia 05/02 através deste link.

As manifestações expressas por integrantes dos quadros da Fundação Getulio Vargas, nas quais constem a sua identificação como tais, em artigos e entrevistas publicados nos meios de comunicação em geral, representam exclusivamente as opiniões dos seus autores e não, necessariamente, a posição institucional da FGV. Portaria FGV Nº19 / 2018.

A A A
Alto contraste

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.