Ex-alunos da FGV Direito Rio são aprovados para Doutorado na Escola

segunda-feira
06/01/2020

Ex-alunos da FGV Direito Rio são aprovados para Doutorado na Escola

Ex-alunos da FGV Direito Rio são aprovados para Doutorado na Escola

Os ex-alunos Alexander Kelnner, Gabriela Borges, Péricles Gonçalves e Rafael Véras foram aprovados para o Doutorado em Direito da Regulação, da FGV Direito Rio.

Este é o primeiro doutorado de Regulação do Brasil, com duas linhas de pesquisa: “Governança Regulatória, Instituições Justiça” e “Economia, Intervenção e Estratégias Regulatórias”.

Rafael Véras, um dos alunos aprovados, é Mestre em Direito da Regulação pela FGV Direito Rio (2016) e coordenador da Pós-Graduação. Há 12 anos na Escola, sua motivação é continuar a desenvolver as pesquisas acadêmicas, se qualificar como professor e prosseguir na carreira em ensino que a FGV lhe proporcionou.

Para Alexander Leonard Martins Kellner, aluno da turma 2017 do mestrado, ter sido aprovado no processo seletivo da 1ª turma de doutorado em direito regulatório representa o maior orgulho acadêmico e profissional que já experimentou. "Não tenho qualquer dúvida de que estou em uma das melhores escolas de direito do país, talvez a melhor. Pretendo responder à altura, uma vez que compactuo com o objetivo de mostrar ao mundo que o programa de doutorado da FGV/Direito Rio é comparável com programas semelhantes mundo afora, não devendo nada para nenhum deles.", afirma.

Gabriela Borges Silva, mestra e pós-graduada na FGV Direito Rio, candidatou-se ao processo seletivo da primeira turma do doutorado em Direito da Regulação da FGV, com o objetivo de dar prosseguimento à vida acadêmica. Seus estudos propõem desenvolver tese sobre a regulação de meios de pagamentos no Brasil. "Com grande satisfação fui aprovada no processo seletivo e tenho certeza que serão anos de debates e estudos altamente qualificados. Espero, ao final, poder contribuir com minha pesquisa para o aprimoramento da regulação no Brasil."

Péricles Gonçalves decidiu ingressar no doutorado para prosseguir com os estudos desenvolvidos no mestrado que concluiu na FGV Direito Rio. "Tive professores de renome, as disciplinas trataram de temas atuais e instigantes e a minha turma era muito especial. E ainda tive a oportunidade de atuar como pesquisador visitante na Universidade da Califórnia.", conta. Seu objetivo com o Doutorado é contribuir para o debate qualificado das questões regulatórias inerentes ao tema do seu projeto, que aborda a regulação estatal da proteção de dados pessoais no contexto dos serviços prestados na Internet, com foco nos riscos cibernéticos que ameaçam a privacidade das pessoas nesse ambiente. "Eu pretendo avaliar a viabilidade jurídica de se adotar, no Brasil, um modelo de corregulação baseado na função regulatória do contrato de seguro cibernético."