Notícias

01/12/2023

FGV Direito Rio sedia semana de encerramento do Programa de Fortalecimento da Função Pública na América Latina

De 27 de novembro a 1o de dezembro, a FGV Direito Rio foi sede da semana de encerramento da 14ª edição do Programa de Fortalecimento da Função Pública na América Latina, promovido pela Fundação Botín. Neste período, a Escola recebeu 32 estudantes universitários, de 18 países da América Latina, incluindo Pedro Burlini, aluno do 6º período da Graduação selecionado para participar do Programa, entre mais de 11 mil candidatos de toda a América Latina.

“Eu decidi me candidatar ao processo seletivo, tanto porque eu quero muito trabalhar com serviço público, mas especialmente porque tenho interesse em trabalhar em alguma organização internacional. Está sendo uma experiência muito incrível, nesse sentido, estou encontrando muitas pessoas com o mesmo propósito de ajudar aos outros e trabalhar com o público”, conta Pedro sobre sua decisão de se inscrever no processo seletivo.

O Programa começou no dia 16 de outubro, na Universidad de los Andes (Bogotá, Colômbia) e seguiu para uma etapa formativa na Espanha (Madri, Santander, Caminho de Santiago e Salamanca). Ao longo da programação, os estudantes participaram de aulas e atividades culturais, como uma escalada no vale de Nansa. “Essa foi a atividade que mais me marcou. Fomos separados em grupos e o meu grupo foi o que mais demorou, porque todo mundo tinha muita dificuldade. Foi muito bonito porque cada um se ajudou e a gente conseguiu chegar a tempo no topo da montanha, depois de mil metros de subida. Chegar lá no topo com todo mundo esperando a gente, cantando, celebrando nossa chegada, foi uma experiência que eu nunca vou esquecer. Foi um trabalho em equipe muito legal”, avalia Pedro.

No encerramento do Programa, na FGV Direito Rio, os alunos participaram de aulas com os professores e pesquisadores da Escola, Álvaro Palma, Wallace Corbo, Yasmin Curzi e Walter Gaspar, além dos professores de instituições internacionais, Andrew Miller (Yale Law School) e Matthew Stephenson (Harvard Law School). A programação também contou com a participação de Lucas Padilha, presidente do Comitê Municipal de Organização do G20 no Gabinete do Prefeito Eduardo Paes e Coordenador Especial de Relações Internacionais da Prefeitura do Rio; e de Renan Ferreirinha, secretário de educação do Rio de Janeiro. Além das aulas, a programação da passagem dos estudantes pelo Rio de Janeiro incluiu visitas ao Centro de Operações Rio (COR) e ao Pão de Açúcar.

Na FGV Direito Rio, os participantes foram recebidos pela equipe do Office of International Affairs and Global Cooperation – Rodrigo Vianna (coordenador), Dario Buschor (Associate International Coordinator) e Carolina Leal. O grupo foi acompanhado de membros do Programa da Fundação Botín, Soledad Cerdeño Franco (coordenadora da rede de ex-alunos), Ignacio Verón (diretor acadêmico), Francisco Javier Roca Ibañez, (coordenador) e Javier García Cañete (diretor de programas da Fundação Botín).

“Essa parceria com a FGV Direito Rio é muito importante para a Fundação Botín. Para o Programa, ter a possibilidade de que os estudantes encerrem as atividades em um país como o Brasil, conhecendo as políticas públicas realizadas aqui, entendendo a importância do Brasil para a América Latina, é o melhor encerramento possível. O êxito do Programa é um êxito compartilhado entre a Fundação Getulio Vargas e a Fundação Botín”, avalia Javier.

O programa da Fundação tem como objetivo contribuir para o fortalecimento das instituições públicas na América Latina e aprimorar o talento criativo de universitários com potencial de liderança. Além disso, permite que alunos de diversos países contribuam para a criação de redes de servidores públicos altamente capacitados e comprometidos com o interesse coletivo. Os alunos recebem formação nas áreas de Políticas Públicas, Ética Pública, Criatividade e Inovação, Liderança e Habilidades Pessoais e Tendências Globais e Sustentabilidade.

Ao fim das atividades, Pedro recebeu o certificado de melhor ensaio de política pública da edição. Ele ressalta a importância do Programa para confirmar seu propósito de trabalhar com o público. “Uma das coisas que eu mais gostei, foi de ter a oportunidade de conhecer o trabalho da Fundação Botín, que é muito grande e atua em vários setores. Em todos os momentos em que estivemos com eles, vimos o entusiasmo de trabalhar com pessoas. Isso me confirmou de que eu quero ter esse entusiasmo também. Me confirmou de que eu estou no caminho certo e de que é isso o que eu quero seguir”.
 

As manifestações expressas por integrantes dos quadros da Fundação Getulio Vargas, nas quais constem a sua identificação como tais, em artigos e entrevistas publicados nos meios de comunicação em geral, representam exclusivamente as opiniões dos seus autores e não, necessariamente, a posição institucional da FGV. Portaria FGV Nº19 / 2018.

A A A
Alto contraste

Esse site usa cookies

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.