Notícias

12/11/2021

Pesquisador do Núcleo de Estudos Brasil-China Participa de Obra Internacional sobre Zonas Econômicas Especiais e Desenvolvimento

O pesquisador do Núcleo de Estudos Brasil-China da FGV Direito Rio, Pedro Steenhagen, contribuiu com um capítulo para o livro "

O pesquisador do Núcleo de Estudos Brasil-China da FGV Direito Rio, Pedro Steenhagen, contribuiu com um capítulo para o livro "Special Economic Zones as Regional Development Enablers", junto com Carlos Rodrigues, professor associado da Universidade de Aveiro e coordenador de seu Centro de Estudos Asiáticos e de seu Mestrado em Estudos Chineses. A obra, organizada por Paulo Figueiredo, Francisco José Leandro e Yichao Li, todos da City University of Macao, foi publicada em outubro de 2021 pela editora IGI Global e cobre tópicos como a Iniciativa Cinturão e Rota (BRI, na sigla em inglês), economias nacionais e locais, governança, desenvolvimento e integração regional, com um olhar voltado às Zonas Econômicas Especiais (SEZs, na sigla em inglês).

O capítulo escrito por Carlos e Pedro, intitulado "SEZs and China's Development Promotion: Policy Exchanges under the Belt and Road Initiative", é resultado do período em que Pedro atuou como pesquisador visitante na Universidade de Aveiro, em Portugal. Nele, os autores analisaram a abordagem única da China em relação a questões de desenvolvimento, o papel que SEZs têm na promoção ao desenvolvimento e como o referido país asiático pode compartilhar suas experiências, em especial, sob a BRI. Para isso, examinaram as reformas econômicas de Deng Xiaoping, a importância do socialismo com características chinesas, as estratégias de cooperação internacional para o desenvolvimento chinesas, com foco na BRI, e as oportunidades e desafios na implementação de SEZs baseadas em uma espécie de "modelo" chinês. Conforme as políticas da editora, o capítulo pôde ser registrado e compartilhado na Biblioteca Digital da FGV. Para acessá-lo na íntegra, basta clicar aqui.

O tema está, de alguma forma, relacionado ao projeto Belt and Road & Brazil (BR&Br), desenvolvido pelo Núcleo de Estudos Brasil-China da FGV Direito Rio, que é coordenado pelo professor Evandro Menezes de Carvalho e do qual Pedro faz parte desde 2020, junto com outro pesquisador, Daniel Veras. O projeto tem como um de seus objetivos produzir e divulgar artigos, opiniões, entrevistas, eventos e notícias sobre a BRI e as relações sino-brasileiras, bem como desenvolver pesquisa e estudos sobre a referida iniciativa e suas conexões com o Brasil e a América Latina. Segundo Pedro, "o professor Evandro é uma referência sobre China no Brasil, e o BR&Br veio para ser um projeto pioneiro no âmbito nacional. Infelizmente, ainda pouco se fala sobre a Iniciativa Cinturão e Rota no país, mesmo diante de sua enorme relevância política, econômica e cultural. No Núcleo, desejamos mudar isso e, no próximo ano, inclusive, lançaremos um livro com foco no tema. Espero, de alguma forma, contribuir cada vez mais para a importante parceria Brasil-China".
 
Além de pesquisador do Núcleo de Estudos Brasil-China da FGV Direito Rio, Pedro é doutorando em Política Internacional da Escola de Relações Internacionais e Assuntos Públicos (SIRPA) da 复旦大学 – Fudan University, com bolsa integral do China Scholarship Council (CSC); Editor-Chefe da Observa China (观中国); e Joint Research Fellow do Centro de Estudos Latino-Americanos e Caribenhos da 西南科技大学 – Southwest University of Science and Technology. Ele possui Mestrado em Análise e Gestão de Políticas Internacionais pelo Instituto de Relações Internacionais da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (IRI/PUC-Rio); Especialização em Relações Internacionais pelo Clio Internacional; e Bacharelado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade Nacional de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (FND/UFRJ).

As manifestações expressas por integrantes dos quadros da Fundação Getulio Vargas, nas quais constem a sua identificação como tais, em artigos e entrevistas publicados nos meios de comunicação em geral, representam exclusivamente as opiniões dos seus autores e não, necessariamente, a posição institucional da FGV. Portaria FGV Nº19 / 2018.

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.