Notícias

25/05/2023

Professora Paula Almeida ministra aula de Direito Internacional na Escola de Comando e Estado-Maior do Exército

 

No dia 22 de maio, a professora Paula Wojcikiewicz Almeida foi professora convidada do MBA Executivo em Política, Estratégia e Alta Administração do Exército Brasileiro. O programa, uma colaboração entre a FGV e a Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME) desde 1999, tem como foco equipar os coronéis com as habilidades necessárias para lidar com os desafios organizacionais e administrativos, ao mesmo tempo em que fornece suporte consultivo para militares de alto escalão e oficiais do governo. Com mais de 960 oficiais se formando no programa até 2022, ele provou ser uma oportunidade valiosa para líderes militares. Notavelmente, 186 graduados foram nomeados para posições de destaque e desempenharam papéis importantes no governo e na formulação de políticas. 

A professora Paula Almeida ministra o curso intitulado "Direito Internacional e Direito das Organizações Internacionais". O curso é dividido em dois módulos. No Módulo I, os participantes se aprofundam na evolução histórica do direito internacional, exploram a ordem jurídica contemporânea, examinam temas clássicos e novos do direito internacional e aprendem sobre imunidade estatal. Eles também estudam a implementação de fontes de direito internacional no sistema jurídico brasileiro. O Módulo II concentra-se na judicialização do direito internacional, incluindo a natureza multifuncional das cortes e tribunais internacionais, casos de direitos humanos, responsabilidade internacional e mecanismos de solução de controvérsias.

A professora Paula Almeida traz uma ampla experiência em direito internacional e organizações para enriquecer a experiência de aprendizado dos participantes do programa de MBA Executivo. Suas contribuições valiosas desempenham um papel fundamental na capacitação de líderes militares para que possam navegar com eficácia pelas complexidades dos assuntos nacionais e globais.
 

As manifestações expressas por integrantes dos quadros da Fundação Getulio Vargas, nas quais constem a sua identificação como tais, em artigos e entrevistas publicados nos meios de comunicação em geral, representam exclusivamente as opiniões dos seus autores e não, necessariamente, a posição institucional da FGV. Portaria FGV Nº19 / 2018.

A A A
Alto contraste